Florianópolis – a cidade que tem orgulho de ser “Manezinha”

30 nov Florianópolis – a cidade que tem orgulho de ser “Manezinha”

Quem também gosta de fazer programas típicos dos moradores da cidade em que está visitando? De saber como é a cultura da cidade, conhecer de fato o estilo de vida das pessoas que ali vivem? Eu sou dessas! Gosto de programas turísticos, mas também gosto de fazer programas em que eu saiba que um morador da cidade também faria, que de repente eu terei a oportunidade de conversar com algum e saber como é a vida lá, no que trabalham, o que fazem aos finais de semana, o que gostam de comer… enfim…. Acho que uma viagem pode servir a vários propósitos, e um deles, é aumentar a bagagem cultural!

Por isso, uma vez em Florianópolis, que tal conhecer e fazer programas típicos dos manezinhos da ilha?

Para quem não sabe, o termo “manezinho”, é popularmente utilizado para denominar os nativos de Florianópolis. Antes considerado um termo pejorativo, que definia o falar rápido e cantante, com pronúncia peculiar; de alguns anos para cá, passou a ser ostentado orgulhosamente, sendo o tenista brasileiro, Gustavo Kuerten que se declarou manezinho da ilha, um dos manezinhos mais queridos e orgulhosos da cidade.

Então… quando chegar a Floripa e ouvir um sotaque que você acredita ser daqui, você pode tranquilamente perguntar: “Você é manezinho da Ilha?” E pode ter certeza que a pessoa vai encher o peito de orgulho e responder: “Sim, sou manezinho da Ilha” e pode te devolver: “E tu? Ex daonde?”

O termo manezinho tipifica todos aqueles que são descendentes dos portugueses, principalmente daqueles vindos das Ilhas dos Açores, da cultura pesqueira e da extinta caça às baleias; remete as rendeiras, lavadeiras, benzedeiras, e todos os outros mistérios guardados na nossa Ilha da Magia! As raízes açorianas ainda estão bastante presentes na arquitetura e gastronomia local, eé pela fala que os nascidos e criados na Capital conseguem ser reconhecidos por turistas e moradores. No tratamento corriqueiro do dia a dia, o verbo é conjugado frequentemente na segunda pessoa do singular. Porém, é mais comum ainda escutá-lo com forte sotaque e conjugado no pretérito perfeito. Por exemplo: – Tu “dormisse” bem? Sim, é assim que um mané da ilha que trabalha no Porto da Ilha Hotel, vai te perguntar quando você estiver tomando café da manhã ou passar pela recepção para conversar…..

Florianópolis cresceu muito, recebeu muitas pessoas de outros Estados, e com isso, seu sotaque e costumes estão em desenvolvimento. Mas fazemos questão de manter e propagar a típica cultura manezinha através de personagens como: Dona Bilica, Darci e Seu Maneca, por exemplo.

Os manezinhos vindos dos Açores, em geral gostam do mar, do contato com os vizinhos e com as pessoas, de ir à igreja, de farinha…. ahh um bom pirão…. seja ele d’agua ou de peixe….

Um programa típico de manezinho é caminhar à Beiramar, seja na avenida Beiramar, ou na própria beira do mar. Outra paixão dos manezinhos é observar os passarinhos, e ouvir o seu canto; e até passear com eles na gaiola por ai… rsrsrs Sabiam que aqui temos um Curiódromo? Está se perguntando o que é isso? Um local de criação do pássara curió, dono de um um lindo canto, que é muito apreciado por quem é de Florianópolis. A entidade promove exposições de animais, torneios de canto e palestras, sendo importante espaço de troca de experiências entre criadores de curiós e outras espécies.

Na Avenida Beiramar que fica a poucos metros do hotel, é possível ver do trapiche, manezinhos tarrafeando para garantir o almoço ou o jantar e em algumas das praias da ilha, ainda é possível encontrar ranchos de pescadores, que continuam pescando para sua subsistência. Quer conhecer essa realidade? Vá ao Santinho, a Armação, Campeche, Matadeiro, Ribeirão da Ilha; e se for época da pesca da tainha então… de início de junho a final de julho, o encontro é garantido!

Manezinhos apreciam um bom peixe frito ou escalado, banho de mar, estar na natureza! Ir à praia, fazer passeios ao ar livre, passar no Mercado Público para bater papo e comer um bom e belo pastel de camarão recheado! Manezinho come rosca de polvilho, vai as feiras de rua e as procissões, anda de chinelo de dedo e bate papo pela rua……

Se estiver no Mercado Público e precisar de indicação para voltar ao Porto da Ilha, é bem possível que você escute como indicação: “Vai toda vida, toda vida, toda vida reto e lá embaixo quanto tu chega no Angeloni (supermercado), camba as direita!” sim…… você chegou ao Porto da Ilha J

Quer se enturmar com os manezinhos? Segue termos:

1 – Arrombassi
Expressão de espanto, em situações de elogio ou afronta.

2 – Amarrar a cara
zangar-se.

3 – Camaçada de pau
Surra. “Vou te dar uma camaçada de pau.”

4 – Dazumbanho
Expressão usada para dizer que uma pessoa acertou, conseguiu uma faceta. Mas as vezes é usada de forma irônica.

 

Ficou curioso? Estamoxxxxxx te esperando!