Trilha da Boa Vista: como aproveitar Floripa de outros ângulos.

03 jul Trilha da Boa Vista: como aproveitar Floripa de outros ângulos.

Hoje vim compartilhar uma experiência recente aqui em Floripa; daquelas que muitas vezes só os turistas fazem e nós moradores, por aquela sensação de “como moro aqui, tenho bastante tempo para fazer”, acabamos deixando pra lá e perdendo a oportunidade de estar em contato com a toda a beleza da nossa cidade e conhecê-la por outros ângulos.

O passeio escolhido do dia foi a Trilha da Boa Vista, que eu só soube que tinha esse nome, quando cheguei lá. A Trilha começa na Barra da Lagoa, praia do leste da ilha que se tornou uma das minhas paixões, tem estrutura de bares e restaurante, os típicos manezinhos da ilha, o canal que liga a Lagoa da Conceição ao mar, ponte pênsil, água sempre com temperatura agradável, deliciosa para caminhar e tomar banho de mar.

Bom, atravessando a ponte pênsil, inicia a trilha, com subida íngreme, mas nem tão difícil, e que compensa o coração acelerado da subida, pelos suspiros de contemplação, por sermos agraciados com tão linda paisagem. Se vê do alto, o farol da Barra, o canal da Barra, a praia da Galheta, a Lagoa da Conceição e a própria praia da Barra da Lagoa. É lindo!

É uma delícia estar em contato com a natureza. Se vê flores e árvores, se ouve o canto dos pássaros, dá para uma levar um lanchinho e fazer um piquenique na pedra da boa vista; sim, é uma pedra que nomeia a trilha, e é dela que se garante as melhores fotos! Vale lembrar que não se deve deixar nenhum lixo na trilha ok? Da pedra da boa vista, após ter batido fotos, respirado o ar puro e recuperado o fôlego, você pode escolher descer em direção a Praia da Galheta, ou em direção ao Canal da Barra. Descemos em direção ao canal, voltamos para a praia da Barra da Lagoa e almoçamos com o pé da areia! SIM! Peixe fresco, pé na areia e visão do mar! Não há do que reclamar não é mesmo?

Aproveitamos ainda para visitar o projeto Tamar, que preserva as tartarugas marinhas, e é um programa encantador tanto para crianças, quanto para adultos. E para fechar com chave de ouro, não que precisasse de mais alguma coisa, já que o dia tinha sido maravilhoso; mas porque não um cafezinho na Lagoa? E ai sim, o dia finalizou com gratidão no coração e a promessa de continuar agindo como turista, para dar dicas mais acertadas e aproveitar tudo que a nossa bela cidade tem para nos proporcionar!!!!